segredos para um bom desempenho escolar

COMPARTILHE

6 segredos para alcançar um bom desempenho escolar

Tempo estimado de leitura: 7 minutos (1305 palavras, 7488 caracteres)

bom desempenho escolar

 

O bom desempenho escolar é o objetivo principal dos pais e responsáveis e também da escola. A evolução dos alunos depende de inúmeros fatores. Mas já se perguntou que outros aspetos podem ter um papel crucial nessa etapa? E qual a importância da participação dos pais nesse processo? Será que existe uma fórmula ideal para alcançar bons índices?

 

Hoje vamos comentar algumas práticas que irão fazer a diferença no dia a dia dos estudantes e impactar diretamente no seu desempenho. A ideia é que os pais estejam atentos a essas ações para colocá-las em prática o quanto antes e poder aumentar as chances de os alunos terem bons resultados. Conheça a lista:

 

1) Manter uma rotina de estudos em casa

 

É importante que a criança tenha presente, de forma clara, o momento do estudo, ou seja, a hora de fazer os trabalhos de casa. Preparar um ambiente em que ela possa fazê-lo é também um passo importante: um lugar iluminado, tranquilo, limpo e que possibilite a concentração (nada de televisão, jogos, etc., que possam desviar a atenção da criança).

 

Participar deste momento é crucial. Sabemos que a rotina de trabalho dos responsáveis nem sempre possibilita essa dinâmica, mas é essencial que ao menos um adulto acompanhe o processo. Ao fazer isso, o aluno percebe que o momento é importante para os pais, afinal eles separaram um tempo da sua agenda atribulada para estar ali e aprender também.

 

2) Criar um vínculo de comunicação

 

Acompanhar a evolução da aprendizagem dos filhos de forma amigável, baseada numa relação de afeto e amizade, é crucial para o desempenho escolar deles. Pergunte como foi o dia na escola, o que ele aprendeu e se sentiu dificuldades. São informações como estas que possibilitam um relacionamento mais aberto e sincero entre os pais e o aluno, sem aquela tradicional pressão da cobrança pelo bom desempenho.

 

Esse interesse genuíno dos pais pela evolução dos filhos faz com que o empenho seja maior e que a busca pela melhoria se torne constante. Hoje, com os avanços da tecnologia mobile, é possível ter acesso a essas informações de forma rápida e prática. Com o uso do ClipEscola, por exemplo, a instituição de ensino consegue atingir mais de 90% dos pais de forma eficiente e automática. Enviar relatórios das atividades do dia ou uma lista de materiais são ações que facilitam a organização dos pais e ainda os mantêm atualizados sobre a rotina escolar dos filhos.

 

3) O poder dos exemplos

 

As crianças, de um modo geral, aprendem muito com os exemplos, sejam eles bons ou maus. Tendo isso em mente, é válido lembrar que os filhos não só observam os passos dos pais, como tendem a repeti-los. As atitudes do dia a dia refletem-se diretamente no comportamento das crianças e na forma como elas reagem a situações e a lugares como a escola, por exemplo.

 

Quando o pai ou responsável demonstra a importância que a escola tem, como espaço que apresenta um mundo de conhecimento e descobertas, a criança deixa de vê-la como apenas uma obrigação. O mesmo podemos dizer do gosto pela leitura: desfrutar conjuntamente dessa prática faz com que as crianças, desde cedo, lhe tomem o gosto.

 

4) Participar das atividades da comunidade escolar

 

Ir à escola apenas quando algum problema surgir fará com que os alunos percebam o distanciamento entre os pais e a escola. Participar dos eventos, reuniões, atividades extra e estar a par do conteúdo desenvolvido pelos professores em cada disciplina é muito importante.

 

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Ayrton Senna, em parceria com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), mostra que estudantes que recebem apoio e atenção dos pais na sua vida escolar estão, em média, quatro meses à frente na aprendizagem em comparação com os que não recebem essa atenção.

 

Participar das reuniões e atividades oferecidas pela escola é uma das maneiras de criar esse vínculo de que as crianças, principalmente as mais novas, tanto precisam. Para elas, é importante perceber essa proximidade entre seus pais e os professores, por exemplo. Isso passa segurança e deixa-as mais abertas a participar das atividades propostas. A escola pode cumprir o seu papel ao utilizar uma ferramenta como o ClipEscola, que possui funcionalidades como lembretes automáticos, sincronização com a agenda do celular e confirmação de presença, ações que têm o potencial de influenciar diretamente no nível de envolvimento dos pais nos eventos da escola.

 

5) Descobrir e entender as particularidades

 

Ao acompanhar a evolução da aprendizagem dos filhos e interagir melhor com a escola, os pais irão notar algumas particularidades no processo de aprendizagem da criança, isto é, disciplinas que prefere ou em que tem mais facilidade, atividades favoritas, etc. Esse conhecimento é valiosíssimo quando falamos do bom desempenho escolar, pois será ele que irá guiar as ações do pais e professores para auxiliar os alunos durante a sua jornada académica.

 

Como o conceito da Educação 3.0 sugere, é importante aplicar esses formatos com que a criança se identifica nas disciplinas em que ela possui maior dificuldade. Esse é um dos principais fatores que justificam a presença da tecnologia na sala de aula, justamente para auxiliar os alunos a assimilar melhor os conteúdos propostos.

 

Saber identificar os hábitos e horários do aluno também é importante: os pequenos costumam ser mais ativos pela manhã, por esse motivo, as atividades que exigem maior atenção devem ser feitas neste período. Propor continuamente atividades lúdicas e que estimulem a criatividade auxilia nessa descoberta do que mais se encaixa no ritmo do estudante.

 

6) Celebrar os bons resultados

 

Uma das principais lições dos coaches é a arte de celebrar; até mesmo as pequenas conquistas devem ser incluídas nesse hábito. Na vida dos estudantes, essa prática é muito válida. Ao acompanhar de perto a rotina dos alunos, os pais irão experienciar todos os momentos vividos por eles. Com isso, comemorar os seus resultados passa a ser um objetivo dos responsáveis.

 

Incentivar com palavras de suporte emocional, como “tu és capaz” ou “tu consegues”, são pequenas ações que também auxiliam no processo. Ao final daquele período de avaliações em que vocês tanto se esforçaram, criem um ‘ritual’ de comemoração para marcar essa etapa vencida. Uma ida ao cinema ou aquele passeio pelo zoológico… pode-se até criar um mural das conquistas, porque não? São hábitos que valem a pena serem cultivados, porque trarão excelentes resultados para o desempenho académico e pessoal das crianças.

 

É importante que os pais se envolvam com o ambiente escolar desde cedo. O aluno, ao perceber esse interesse dos responsáveis pelo seu ambiente escolar, pelo conteúdo que ele está a aprender e por seus resultados, desenvolver esse senso de importância, isto é, a valorização da escola e do que ela lhe proporciona. Ter esse senso só trará bons frutos para toda a família.

 

Leia mais
– Todos os dias são dias de acompanhar a rotina escolar
–  5 motivos pelos quais os estudantes precisam de tecnologia em aula

 

E vocês? Têm esse “canto do estudo” em casa? Comemoram os bons resultados com as crianças? Comentem a vossa experiência e até ao próximo post.

 

botao para baixar material clipescola