Volta às aulas

COMPARTILHE

Regresso às aulas: dicas para fazer os seus alunos retomarem o ritmo de estudos

Tempo estimado de leitura: 5 minutos (873 palavras, 4913 caracteres)

O regresso às aulas, muitas vezes, dá aquela preguiça nas crianças. Para elas, é hora de voltar a acordar cedo e retomar a maratona de estudos. Mas após vários dias de descanso, entrar no ritmo não é algo assim tão fácil. Para fazer a transição entre os dias preguiçosos e os estudos, algumas atitudes diferenciadas do professor podem ajudar.

 

Por isso, preparamos algumas dicas que vão auxiliá-lo a fazer com que os seus alunos retornem ao ritmo de estudos. Veja mais:

 

Faça uma revisão do conteúdo

 

Antes de dar continuidade ao conteúdo programático do período, que tal fazer uma revisão rápida com os seus alunos dos pontos principais da matéria do período passado? Como eles tiveram um intervalo de vários dias nos estudos, é importante dar aquele “refresh” na memória para fixar o aprendizado anterior e para que eles não se sintam perdidos quando o tema subsequente for abordado.

 

Uma boa maneira de fazer essa revisão é formando duplas. Um dos alunos pode lembrar de uma parte do conteúdo que o outro não lembra, e vice-versa, então essa formação permitirá trocas produtivas.

 

Ao final da revisão, aplique exercícios para verificar se o conteúdo foi bem relembrado e abra um espaço para que os estudantes tirem as dúvidas que ainda têm. Após a revisão, eles já estarão bem mais preparados para absorver os novos conhecimentos que serão ensinados.

 

Use o lúdico

 

Nos primeiros dias de aula, avance de forma mais leve e use a criatividade para ensinar, trabalhando os conteúdos de forma lúdica. Essa pode ser uma boa maneira de conseguir atrair a atenção dos estudantes, pois eles podem ainda não estar tão “despertos” para atividades mais tradicionais, como copiar conteúdos do quadro e ouvir o professor falar durante horas.

 

Algumas maneiras de trabalhar o lúdico são:

 

  • Dinâmicas

 

Divida as crianças em grupos e crie dinâmicas, fazendo com que elas se unam para chegar a uma solução. Pode haver até uma disputa entre as equipes, para motivá-las na busca pelos resultados.

 

  • Use referências culturais

 

Associe os conteúdos com referências culturais, como filmes, séries, desenhos, revistas de banda desenhada, livros, poesias, músicas, artes plásticas, etc. Veja qual delas possui elementos que fazem sentido para o conteúdo proposto e que passa a mensagem que quer transmitir.

 

  • Crie exercícios divertidos

 

Invente atividades diferentes. Pode, por exemplo, propor a criação de paródias de músicas usando o conteúdo, ou pedir que os alunos abordem um tema na forma de poesia ou de teatro. Esses exercícios, além de serem divertidos, ajudam o estudante a fixar o aprendizado.

 

  • Utilize materiais digitais

 

Crianças e adolescentes adoram tecnologia. Para atrair a atenção deles, fale a língua deles. Há diversos materiais disponíveis na web que podem ser empregados para complementar a aprendizagem, como podcasts, infográficos multimídia, simuladores, etc.

 

Mude o ambiente

 

Outra boa maneira de fazer a transição da calmaria das férias para a rotina de estudos é tirando os alunos da sala de aula. Um outro ambiente dar-lhes-á as condições perfeitas para esse primeiro momento, pois removerá a rotina da sala.

 

Espaços ao ar livre são ideais. Se a escola possuir áreas verdes, uma aula pode ser montada ali. Dessa forma, mesmo que os alunos recebam o mesmo conteúdo que aprenderiam em sala, só o fato de estarem em meio à natureza já lhes dará uma sensação de leveza.

 

Se a escola não possuir espaços verdes, também é possível “mudar a cara” da sala de aula, fazendo-a parecer um outro ambiente. Para isso, você pode mover as mesas e carteiras para os cantos, colocar no chão algo em que os alunos se possam sentar, como tapetes, tecidos ou colchonetes, e posicioná-los de forma circular. Assim, um outro ambiente estará criado!

 

Mostre as novidades que a escola implementou nas férias

 

Novidade sempre desperta curiosidade. Se a sua escola não ficou parada nas férias e foi atrás de melhorias, mostre isso aos pequenos! É interessante até informar os pais das soluções que a instituição de ensino buscou no período de descanso dos alunos.

 

E por falar em informar os pais, esses momentos de início de período são boas oportunidades para começar a aperfeiçoar o fluxo de informações da escola. Assim, essas atividades diferenciadas que a instituição faz com os alunos podem ser registradas e enviadas aos responsáveis. Conheça aqui a ferramenta ideal para isso.

 

Leia mais
– 6 segredos para alcançar um bom rendimento escolar
– Todos os dias são dias de acompanhar a rotina escolar

 

Estas foram as nossas dicas de regresso às aulas. Tem mais alguma? Compartilhe aqui com a gente!

 

Infográfico - Aumente seus resultados com ClipEscola

 

AUTOR:

Graziela Balardim

A autora é Jornalista, pós-graduada em Produção Multimídia e atua na ClipEscola como Conteudista de Marketing Digital.