tendencias nas escolas modernas

COMPARTILHE

Tendências nas escolas modernas

Tempo estimado de leitura: 6 minutos (1107 palavras, 6712 caracteres)

Já é consensual que o uso da tecnologia auxilia o processo de aprendizagem de maneira significativa nos dias de hoje. Porém, integrar o uso da tecnologia com o atual modelo educativo não é tarefa fácil. A modernização da educação deve ser feita com muito cuidado, para que a tecnologia seja uma ferramenta de auxílio e não de dispersão do aluno.

 

Existem projetos voltados para a dinamização do processo de aprendizagem de crianças e jovens, como é o caso do Hole in the Wall, desenvolvido na Índia. Através do projeto, são instalados computadores em parques infantis e parques públicos. Cada um destes computadores é equipado com softwares criados para incentivar a criatividade e instigar a curiosidade das crianças, gerando uma aprendizagem livre e colaborativa para os jovens, podendo, ou não, ser conectado ao sistema de escolas próximas.

 

O fato é que a modernização das escolas e o crescente uso da tecnologia já são realidade e aumentam exponencialmente. Veja 5 exemplos de tendências nas escolas modernas:

1. Ensino Híbrido

 

Do inglês “blended learning”, o Ensino Híbrido personaliza e introduz tecnologia no ensino. Neste formato, o aluno alterna momentos de estudo sozinho, em ambiente virtual e em grupo. O papel do professor também se altera: “Ele deixa de ser a primeira fonte de informação e conhecimento e passa a ser o mentor que guia a aprendizagem dos alunos”, diz Mário Junior Mangabeira, coordenador da gerência de formação do projeto Educopédia, segundo o site Revista Educação.

 

Um dos projetos da área foi criado pela Fundação Lemann, que afirma que, aprendendo mais sobre o assunto, os professores conseguirão aproximar a realidade escolar do quotidiano dos discentes, aumentar o envolvimento dos alunos na aprendizagem, melhorar o seu aproveitamento de tempo, ampliar o seu potencial para intervenções efetivas, realizar um planeamento rico e individualizado e um acompanhamento mais próximo de cada aluno.

 

Dica de livro:

 

Ensino Híbrido – Personalização e Tecnologia na Educação

 

Organizadores: Lilian Bacich, Adolfo Tanzi Neto, Fernando de Mello Trevisani, 270 págs., Ed. Penso.

2. Jogos Educativos

 

Utopia para uns, sonho para muitos alunos e desconfiança por parte de pais e responsáveis. A realidade é que o ensino através de jogos educativos tem aumentado consideravelmente e tem apresentado números surpreendentes. Um grande exemplo é a escola Quest to Learn, oriunda de uma proposta da ONG Institute of Play.

 

Na escola, o programa educacional é seguido à risca, mas realizado de uma forma completamente diferente: livros são substituídos por videojogos e jogos de tabuleiro e o processo de aprendizagem é colaborativo, em que todos aprendem e ensinam simultaneamente. Desta maneira, os estudantes podem aprender de forma mais prática e interativa.

 

Segundo o site da escola, os jogos permitem que o erro e o acerto sejam apontados de forma imediata, tornando o erro um fator motivador no processo de aprendizagem do aluno. Segundo relato de uma aluna da escola, os alunos aprendem muito e, ao mesmo tempo, divertem-se, resumindo a proposta do ensino através de jogos educacionais.

 

Recentemente, a Microsoft, gigante da tecnologia, lançou a página “Minecraft in Education”, um fórum que concentra ideias e inspirações para a aplicação do jogo “Minecraft”, sensação entre os jovens, no contexto escolar.

 

Dica de livro:

 

Games em Educação: Como os nativos digitais aprendem

 

João Mattar, 208 págs., Ed. Pearson Prentice Hall (2010)

3. Utilização de eBooks

 

O acesso facilitado a uma vasta biblioteca online torna a utilização de eBooks uma nova tendência nas escolas. O material pode ser voltado para alunos, professores e/ou família. O portal Domínio Público, no caso do Brasil, é uma biblioteca digital desenvolvida em software livre, que oferece material multimédia voltado ao ensino, desde Administração a Turismo, passando por matérias básicas do currículo escolar e literatura clássica brasileira.

 

Há também materiais como a Coleção Educadores, seleção criada pelo Ministério da Educação, voltada para professores da educação básica e superior, que conta com 62 obras para download gratuito. Temos, em Portugal, vários projetos que disponibilizam um vasto acervo de obras que entraram em domínio público. Não falta por onde escolher.

4. Aplicações de Gestão Escolar

 

As aplicações voltadas para a escola ganham cada vez mais força no mercado internacional. Através delas, a escola tem acesso e/ou controle sobre ferramentas que facilitam a comunicação entre a escola e os pais, alunos e professores. O app ClipEscola concentra todas as ferramentas necessárias na rotina escolar. A solução pode substituir ou complementar a agenda escolar, gerando economia através da redução do custo de impressão de bilhetes e comunicados e dinamizando a comunicação.

 

A divulgação de eventos e novidades da escola também fica facilitada, juntando-se a outras funcionalidades: pareceres individuais de cada aluno, separados por turma, controlo de acesso de pais, de responsáveis e de terceiros na saída e entrada de alunos, envio e recebimento de clips com diversos conteúdos e muito mais!

 

Conheça o ClipEscola: clipescola.dev.seox.com.br.br

5. Cursos Online

 

Sejam eles gratuitos ou não, os cursos online crescem em número de adeptos. Podendo ser de conhecimentos gerais, conhecimentos específicos e profissionalizantes ou não, são uma importante e crescente ferramenta que complementa o ensino escolar, principalmente no decorrer do Ensino Secundário.

 

O Lynda.com, um dos maiores portais de cursos profissionalizantes do mundo em áreas como design, animação, vídeo, produção musical, fotografia, educação e gestão de negócios foi comprado pelo LinkedIn, maior rede social profissional do mercado. A transação, que gira em torno de 1,38 mil milhões de euros, promete aproximar, de forma simples, prática e eficiente, estudantes, desenvolvimento de competências e oportunidades de trabalho.

 

Independentemente de a ferramenta a ser utilizada, é de suma importância que a escola disponha de uma boa estrutura de ensino, contando com bons professores e pais envolvidos. Este é o primeiro passo para uma educação de qualidade.

 

Leia mais
–  Gestão: como simplificar tarefas e gerar economia para a escola
– Você conhece os riscos de grupos de WhatsApp entre professores e pais?

 

Você conhece alguma aplicação de gestão escolar em escolas modernas? Deixe um comentário!

 

CE_CTA_eBook_apresentacao