Skip to content
Quadro de horário escolar

COMPARTILHE

05 de fevereiro - 2021

Quadro de horário escolar: tudo o que é preciso para montá-lo com eficiência

Tempo estimado de leitura: 7 minutos (1363 palavras, 7783 caracteres)

Você gosta de quebra-cabeça? Se você for o responsável por montar o quadro de horário escolar da sua instituição de ensino, é bom que a sua resposta seja sim. Fazê-lo é uma verdadeira arte e um exercício de paciência extrema. São tantos arranjos possíveis e variáveis a considerar que as combinações, dependendo do porte da escola, podem chegar à casa dos quinquilhões. Como montar então uma grade que seja viável, mas também bastante eficiente? É o que você descobrirá aqui!

 

Variáveis do quadro de horário escolar

 

Há vários tipos de peças desse quebra-cabeça gigantesco que é o quadro de horário escolar. Entre elas:

 

  • Número de turmas da escola
  • Número de disciplinas por dia em cada turma
  • Quantidade de horas de cada disciplina em cada turma na semana
  • Turnos de aulas
  • Disponibilidade de horários dos professores
  • Preferências de horários dos professores
  • Janelas de horários dos professores
  • Carga-horária mínima e máxima dos professores
  • Salas de aula disponíveis
  • Disponibilidade de outros espaços, como laboratórios e quadras de esportes
  • Disponibilidade de equipamentos necessários para determinadas disciplinas
  • Distribuição das disciplinas de forma não-cansativa aos alunos

 

Nossa! Deu pânico até um certo pânico, não é? São muitas variáveis, e é preciso saber também que nem todas têm o mesmo peso!

 


Questões impeditivas e não-impeditivas nas variáveis

 

Há fatores que não há jeito, precisam ser considerados de qualquer forma para que o quadro de horário escolar seja viável. Há outros que não são impeditivos, mas que podem tornar a grade mais eficiente se observados, gerando inclusive economia para a escola e satisfação dos alunos e professores. Veja:

 

Questões impeditivas

 

  • Disponibilidade de horários do professor

 

É comum que professores trabalhem em mais de uma escola. Há horários deles, portanto, que podem já estar comprometidos com a outra instituição. Sabemos que um corpo não pode estar em dois lugares ao mesmo tempo, não é? Isso significa que a sua escola não vai poder contar com esses professores nesses horários. Quando as aulas estiverem ocorrendo fisicamente, até o tempo de deslocamento entre uma instituição e outra precisará ser considerado.

 

  • Carga horária do professor

 

A sua escola certamente não irá querer problemas com os direitos trabalhistas, certo? Então na hora de montar o quadro de horário escolar, é preciso considerar a carga horária de trabalho do professor. Ela não deve ficar abaixo da mínima e nem acima da máxima. Vale lembrar que a hora-aula não se resume ao tempo de aula, mas também ao tempo de intervalo, no esquema 50 min. + 10 min., conforme o Conselho Nacional de Educação.

 

  • Espaços disponíveis

 

Algumas aulas requerem espaços específicos, como laboratórios ou quadras de esportes. Não é possível simplesmente eliminar esse fator da equação em tempos normais. A pandemia, é claro, é uma exceção a isso, pois medidas de força maior exigiram que a educação se fizesse sem a escola física. 

 

Questões não-impeditivas

 

  • Preferência de horário dos professores

 

Uma coisa é a disponibilidade de horários dos professores, outra é a preferência de horários deles. É comum que os educadores tentem conseguir com a pessoa responsável por montar o quadro de horário escolar que suas preferências sejam atendidas, como por exemplo não trabalhar em determinado dia da semana, em determinado período ou em dois turnos. O ideal é tentar atender a essas preferências, até para buscar a satisfação do público interno, mas nem sempre isso é possível. Esse é um ponto que deve ser avaliado, mas não é impeditivo.

 

  • Janelas de horários dos professores

 

Janelas são os horários vagos entre uma aula e outra do mesmo professor dentro do mesmo turno. Se o educador deu uma aula no primeiro horário do período, não tem escala para o segundo, mas terá que dar aula novamente no terceiro, esse segundo horário representa uma janela. O grande problema disso é o prejuízo financeiro para a escola. Os acordos coletivos costumam prever a remuneração dessas janelas, então se a escola conseguir evitá-las durante a elaboração do quadro de horário escolar, obterá economia!

 

  • Distribuição das disciplinas

 

Para os alunos, é bastante cansativo ter duas aulas seguidas da mesma disciplina, ou de disciplinas similares. Imagine, por exemplo, duas aulas de matemática seguidas ou uma de matemática e uma de física. É como se o cérebro não pudesse dar uma pausa daquele tipo de conteúdo, o que afeta até a qualidade do aprendizado. Embora nem sempre seja possível distribuir a mesma disciplina de forma mais espaçada no quadro de horário escolar, o ideal é que isso seja buscado o máximo possível. Assim, a satisfação do estudante aumenta e o aprendizado só tem a ganhar!

 


Como buscar a eficiência máxima na criação do quadro de horário escolar?

 

Quando se trata de criar combinações entre inúmeros elementos, não há como o cérebro humano superar a máquina. É possível sim montar um quadro de horário escolar “no braço”, levando para isso uma grande quantidade de dias e até meses. No entanto, é humanamente impossível obter a mesma eficiência de um algoritmo inteligente desenvolvido para essa finalidade.

 

Hoje a tecnologia é capaz de auxiliar as escolas nos mais diversos aspectos, inclusive nesse. Já existem softwares capazes de montar automaticamente o quadro de horário escolar levando em conta todas as variáveis possíveis. Para encontrá-los, basta uma simples pesquisa no Google, que aliás eu já fiz por você: está aqui. Encontre a melhor opção e monte o seu quadro de horário escolar da forma mais eficiente possível, que é exatamente essa!

 

Como divulgar o quadro de horário escolar para a equipe, para os pais e para os alunos?

 

A tecnologia, como você pôde ver, foi a resposta à pergunta do tópico anterior. Aqui, mais uma vez, ela é a solução. Sistemas especializados na elaboração de horários escolares possuem integrações, e é justamente esse o caminho! Basta fazer a integração do software com a agenda digital. Caso a sua escola possua ERP, também é possível integrá-lo ao software e à agenda digital. Por qualquer uma dessas opções, a informação chegará até o seu público!

 

Há, porém, uma questão a observar. Para divulgar o quadro de horário escolar a alunos e pais, a escola pode usar as opções básicas da agenda digital. No entanto, a instituição só conseguirá divulgar essa grade de horários aos colaboradores se a agenda possuir um módulo específico para a comunicação interna.

 

Aqui na ClipEscola, por exemplo, nós contamos com essa funcionalidade. Nossa agenda digital é a mais completa que você encontrará no mercado, e pelo módulo de comunicação interna que a solução possui, a sua escola consegue se comunicar com todos os colaboradores de forma ágil e organizada. Dá até para se comunicar com fornecedores terceirizados, sabia? Se quiser mais informações sobre isso, é só solicitar por aqui.

 

Leia mais
– Como fazer reuniões online e comunicação interna entre os times da escola
– Como a comunicação interna nas escolas pode aumentar a eficiência do trabalho

 

Viu o grau de dificuldade que é montar um quadro de horário escolar? Ainda bem que existe tecnologia, não é? Conte com a ClipEscola para a parte das divulgações!

 

CTA_Kit Planejamento Escolar 2021

AUTOR:

Graziela Balardim

A autora é Jornalista, pós-graduada em Produção Multimídia e atua na ClipEscola como Conteudista de Marketing Digital.