Skip to content
Atividades extracurriculares

COMPARTILHE

25 de novembro - 2019

Saiba como investir em atividades extracurriculares na sua escola

Tempo estimado de leitura: 5 minutos (821 palavras, 5119 caracteres)

É fundamental investir em um plano de atividades extracurriculares na sua escola, garantindo que a formação dos seus alunos seja feita de maneira mais abrangente e completa. Além do ensino básico de matérias, como português, matemática, história, ciências e muitas outras, é necessário que o aluno possua meios de ampliar a sua formação, assegurando assim uma educação de qualidade.

 

As atividades extracurriculares contemplam diferentes áreas, e são consideradas essenciais para que os estudantes possam desenvolver competências que vão além dos conhecimentos adquiridos em sala de aula. Existem várias possibilidades para complementar o currículo de formação dos alunos, de modo que a diretoria da escola deve avaliar quais delas fazem mais sentido para a sua estrutura. Por isso, este artigo traz algumas das principais modalidades que podem ser incluídas na sua escola, assim como informações sobre como essa implementação deve ser feita.

 

Quais os tipos mais comuns de atividades extracurriculares?


As atividades extracurriculares podem ser elaboradas levando em consideração diversas áreas de aprendizagem, capazes de contribuir de maneira significativa para a formação dos alunos.

 

Por isso, entre as principais estão:

 

  • Atividades esportivas
  • Oficinas de artes
  • Aulas de teatro
  • Aulas de culinária

 

Atividades esportivas


Tanto as atividades esportivas coletivas quanto as individuais são de grande importância para a formação dos alunos. É preciso levar em conta que os exercícios físicos podem ser essenciais para o desenvolvimento do corpo humano, assim como para promover mais saúde, evitar o sedentarismo e ser um momento de socialização entre as crianças. Por isso, é importante que a escola ofereça atividades variadas nesse segmento, tais como aulas de basquete, vôlei, treinamento funcional para crianças, aulas de ginástica, etc.

 

Para uma implementação adequada, é preciso que a escola possua uma infraestrutura que comporte os diferentes tipos de atividades, além de criar horários alternativos para atender a demanda dos diferentes grupos. Isso é necessário porque o planejamento da aula deve ser montado de acordo com o nível dos alunos, de modo que o conteúdo ensinado possa ser absorvido dentro da faixa etária de cada criança.

 

A adaptação do treino funcional para iniciantes, para exemplificar, é essencial para crianças menores, assim como um grupo de basquete de nível intermediário tem capacidade de atender perfeitamente às crianças das séries mais avançadas. É importante frisar que as atividades físicas são essenciais para o desenvolvimento das crianças. Por isso, os pequenos devem passar por avaliações e acompanhamento da medicina esportiva e treinamento atlético, que garantirão o bom desempenho de cada aluno na atividade extracurricular.

 


Artes e teatro


Entre as atividades mais escolhidas pelas crianças, estão as oficinas de artes e as aulas de teatro. Afinal, essas áreas são importantes para o desenvolvimento da criatividade e o trabalho do imaginário dos alunos, capazes de despertar o lado artístico dentro da formação escolar. Por isso, elas devem ser incentivadas e promovidas de maneira ativa dentro da grade extracurricular.

 

Aulas de culinária


As aulas de culinária também podem contribuir de maneira significativa para a formação dos alunos. Nessa área é possível trabalhar diferentes aspectos, como as medidas e frações, a disciplina e a coordenação motora – itens fundamentais para um bom desenvolvimento pedagógico. Há ainda outras modalidades interessantes que podem ser incluídas dentro das atividades extracurriculares, tais como o ensino de idiomas e aulas de música. A implementação dessas aulas dependerá, tanto da estrutura física da escola quanto da formação dos profissionais, como veremos a seguir.

 

Como investir na implementação de atividades extracurriculares


Para que a implementação seja bem-sucedida, é preciso que a escola disponibilize um espaço apropriado para as atividades, contando com salas temáticas e quadras poliesportivas. É de grande importância que a estrutura desses locais esteja de acordo com as modalidades que serão aplicadas. Assim, é preciso contar com os materiais pertinentes a cada atividade, seja ela esportiva, cênica ou manual. 

 

Além disso, é essencial promover uma formação adequada para os professores e monitores das turmas, que precisam estar habilitados para desenvolver cada uma das modalidades oferecidas. Por isso, pode ser fundamental investir em treinamentos e workshops para os colaboradores, ou até mesmo optar pela contratação de profissionais dessas áreas técnicas, que podem desenvolver um trabalho de excelência com seus alunos. Desse modo, a escola contribui de maneira ativa para uma formação mais completa e qualificada dos estudantes, garantindo o desenvolvimento das crianças e a satisfação dos pais.

 

CTA eBook A Nova Escola

 

AUTOR:

Guia de Investimento

O Guia de Investimento é um site que aborda centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.