Skip to content
Férias de julho

COMPARTILHE

03 de julho - 2019

Férias de julho: não deixe o relacionamento com os pais esfriar nesse período

Tempo estimado de leitura: 6 minutos (1133 palavras, 6268 caracteres)

Chegamos na época em que os corredores das escolas ficam silenciosos e o barulho da criançada se cala. A calmaria atende por um nome que os alunos conhecem bem, e que marca um período muito aguardado por eles: as férias de julho. É o momento de “dar um break” na rotina de estudos e descansar para o próximo semestre. Sabe qual a única coisa que não pode parar nessa época? O relacionamento da escola com os pais!

 

Calma, não estou dizendo para a escola enviar recados a eles com a frequência de épocas normais, e nem para incumbir alguém dessa função. Hoje a tecnologia já permite que recados sejam agendados com antecedência, para que cheguem ao celular dos pais nos dias que você quiser. A dica é agendar apenas um ou dois por semana, para não dar tempo de o relacionamento esfriar.

 

E como é época de férias de julho, é claro que o conteúdo que você enviará a eles será bem diferente do de períodos normais. Afinal, muitos pais tiram férias do trabalho na mesma época que os filhos, então também estão em clima “relax”.

 

No post de hoje vamos te dar algumas dicas do que você pode enviar para manter o relacionamento aquecido, mas sem quebrar o clima de férias.

 

Dicas de viagem nas férias de julho

 

Uma das coisas que as pessoas gostam de fazer nas férias é viajar. Conteúdos sobre viagens são assuntos leves e que com certeza interessarão os pais “viajadores”. Então a dica é incluí-los na sua programação de recados para as férias. 

 

Como os destinos turísticos já devem ter sido escolhidos pelos pais com antecedência, o melhor é dar dicas para que aproveitem melhor a viagem. Veja algumas:

 

  • Check-in online

 

A fila dos guichês dos aeroportos pode ser evitada se o check-in for realizado de maneira online pelo próprio site da companhia aérea. Assim, o passageiro só precisará pegar a fila de despacho de bagagem, que costuma ser bem menor do que a de check-in. Dessa forma, se houver engarrafamento a caminho do aeroporto, não há o risco de perder o horário de encerramento do check-in.

 

  • Mudas de roupas nas malas de mão

 

Não é tão incomum que a bagagem se extravie. Isso, porém, não deve prejudicar a viagem em família. A dica então é levar malas de mão (no máximo uma por pessoa) com algumas mudas de roupas e itens mais essenciais. Assim, caso o extravio aconteça, isso não impedirá a diversão que foi planejada!

 

  • Cartões pré-pagos internacionais

 

Se a viagem é para o exterior, o uso de cartões pré-pagos internacionais é mais vantajoso do que o de cartões de crédito normais. As taxas são mais baixas e os gastos no destinos são automaticamente convertidos na moeda local, então não há alterações de câmbio depois.

 


Brincadeiras entre pais e filhos

 

Para os pais que querem aproveitar as férias de julho para passar bons momentos com os pequenos, dicas de brincadeiras podem ser conteúdos bem úteis para você enviar. Quer ver algumas sugestões? Lá vão:

 

  • Imagem e ação

 

O jogo de imagem e ação é divertido para adultos e crianças e instiga a imaginação. Nele, os participantes são divididos em grupos. Uma pessoa do grupo retira uma carta e tem que desenhar o que está escrito nela. Os participantes do mesmo grupo precisam tentar descobrir o que foi desenhado até que a areia da ampulheta se esgote. É possível também fazer adaptações no jogo e substituir os desenhos por mímicas. É uma atividade que gera momentos de muita descontração para pais e filhos.

 

 

  • Jogo dos 7 erros humano

 

Sabe o jogo dos 7 erros? Aquele jogo em que observamos duas imagens praticamente iguais, mas com sete pequenas diferenças que temos que descobrir? Pois é, o “jogo dos 7 erros humano” é assim, mas em vez de observarmos imagens no papel, nós observamos cenários reais. Os participantes olham uma vez o cenário, depois um outro altera sete coisas desse local e os demais precisam descobrir o que foi modificado. É um momento divertido para a família toda.

 

  • Quem sou eu

 

Nesse jogo um dos participantes retira uma carta (que pode ser física ou virtual) e coloca na testa sem olhar o que está escrito. Os outros veem o nome da personalidade que está na carta e dão dicas a ele, falando sobre as características dessa personalidade. A pessoa que está com a carta na testa tem que adivinhar o nome que está nessa carta dentro de um tempo estipulado. É uma atividade muito divertida que agrada tanto adultos quanto crianças.

 

 

Passeios pela cidade

 

Outra opção para os pais aproveitarem as férias de julho com os baixinhos é fazer tours pela própria cidade em que moram. Afinal, é comum que moradores de uma região nunca tenham ido a locais que os turistas sempre vão e nunca tenham feito passeios que os turistas costumam fazer por lá. 

 

O momento ideal para mudar isso é nas férias de julho. Dá para se divertir feito um turista, mas sem precisar ter gastos com passagens e hospedagem. Essa é a dica que você pode enviar aos pais dos seus alunos, passando a eles locais da cidade que são interessantes de se conhecer, passeios (ônibus turístico, barco, trem) que são imperdíveis na região e restaurantes para turismo gastronômico dentro da própria cidade.

 

É uma opção mais econômica do que viajar e que permite uma sensação aproximada. E mesmo que os pais já tenham ido aos locais que você indicar, talvez não tenham levado as crianças ainda, então essa é a oportunidade! Prepare uma listinha com as dicas e agende o envio a eles no período de férias de julho!

 

Leia mais
– Colônias de férias: 6 dicas para acertar na escolha
– Férias de professores: 10 lugares para conhecer, aproveitar e ao mesmo tempo aprender

 

Gostou das nossas dicas para a sua escola enviar aos pais no período de férias de julho? Se você tiver outras ideias, pode postá-las aqui nos comentários 🙂

 

Infografía - Caderneta Física x Aplicação de Comunicação

 

AUTOR:

Graziela Balardim

A autora é Jornalista, pós-graduada em Produção Multimídia e atua na ClipEscola como Conteudista de Marketing Digital.