Skip to content
matrícula digital

COMPARTILHE

27 de dezembro - 2019

Matrícula digital: o que é, quais as vantagens e como usá-la na escola

Tempo estimado de leitura: 6 minutos (1131 palavras, 6411 caracteres)

Você certamente já ouviu falar em matrícula digital ou matrícula online. Como pessoa antena que é, já veio para a internet para descobrir como isso funciona, não é? Fique tranquilo que no post de hoje você saberá tudo sobre esse assunto e como dar os primeiros passos para implantar a matrícula digital na sua escola. Me siga!

 

O que é matrícula digital?

 

Matrícula digital é um processo de matrícula feito 100% de forma eletrônica e com a mesma validade jurídica das matrículas feitas de forma convencional. A maneira mais eficaz de realizar a matrícula digital é por meio do celular, usando aplicativo de comunicação oficial da escola que permita o envio do contrato aos responsáveis e que tenha o recurso de assinatura digital, que possui criptografia de dados e pode garantir a segurança e legalidade desse processo.

 

A matrícula digital pode ser usada tanto para novas matrículas quanto para a rematrícula dos estudantes atuais. Os contratos assinados digitalmente ficam arquivados em nuvem – o que garante que não se extraviarão – e podem ser acessados pela escola a qualquer momento. Não existe nenhuma necessidade de a instituição recolher posteriormente a assinatura física, pois a digital é o suficiente.

 

Quais as vantagens de usar a matrícula digital?

 

A matrícula digital possui vantagens que superam muito as da matrícula física. Veja algumas delas:

 

  • Agilidade

 

Ao optar pela matrícula digital a escola facilita muito a vida dos pais dos alunos, evitando que eles tenham que encontrar um tempo na agenda para o deslocamento até a escola em pleno horário comercial. Eliminando essa barreira, o primeiro resultado que a escola pode observar é a agilidade do processo.

 

O pai recebe pelo celular o contrato de matrícula, lê, assina digitalmente, paga a taxa de matrícula (ou a primeira mensalidade) e o aluno já está matriculado. Todo o processo ocorre em questão de minutos e pode ser realizado de ponta a ponta dentro do mesmo aplicativo. A celeridade é absolutamente incomparável.

 


  • Segurança

 

Você sabe que papel queima, certo? Não apenas queima como também molha, é comido por traças, se perde, rasga, e por aí vai. É claro que sempre pensamos que esse tipo de coisa só acontece com os outros, que com a gente nunca vai acontecer, não é? Só que esses “outros” também pensavam assim. Então, porque não optar pelo que é mais seguro?

 

Contratos de matrículas digitais não estão sujeitos a acidentes que comprometam sua integridade, pois não são palpáveis. E se forem enviados por uma solução que usa armazenamento em nuvem, aí é que a segurança está 100% garantida. Se algo acontecer com o computador ou celular, por exemplo, os contratos não serão comprometidos, pois estarão salvos na nuvem. Nesse caso, basta que você acesse-os de outro computador ou celular com os seus dados de acesso. Viu quanta tranquilidade a tecnologia pode te dar? 

 

  • Captação e Retenção

 

Outra vantagem da matrícula digital é a possibilidade de usá-la ao final de fluxos de nutrição via app destinados à captação e à retenção de alunos. Há soluções mais avançadas para a comunicação escolar que permitem que a escola crie trilhas de marketing destinadas a esses objetivos.

 

O público, ao percorrer trilhas como essa, começa a receber informações relevantes e a criar ou estreitar um relacionamento com a escola. Ao final, o caminho natural será a matrícula ou a rematrícula. O ideal então é que o público possa realizar esse processo pelo mesmo lugar no qual cultivou todo o relacionamento, até para que não dê tempo de esfriar. A matrícula digital possibilita que isso seja feito, a tradicional não.

 

  • Sustentabilidade

 

Vamos fazer um cálculo rápido? Quantas folhas de papel tem o contrato de matrícula da sua escola? Quantos alunos tem a sua escola? Multiplique a quantidade de folhas pela quantidade de alunos. Guarde esse número. Agora, sabendo que uma resma tem 500 folhas e que uma árvore padrão gera 20 resmas de papel, me diga, quantas árvores o processo de matrícula da sua escola custa à natureza por ano? 

 

Não sei o número a que você chegou, mas certamente é maior do que zero, certo? Falo em ZERO porque esse é exatamente o número de árvores que a matrícula digital custa à natureza. Ou seja, o contrato digital, além de todas as vantagens que você viu, também tem um importante papel no desenvolvimento sustentável das escolas, que podem crescer em número de alunos sem que a conta do progresso seja repassada ao meio ambiente. Algo importante a se pensar, não acha?

 

Como começo a usar a matrícula digital na minha escola?

 

Se você chegou até aqui, tenho certeza de que a matrícula digital te conquistou. Agora se o que está faltando é só colocá-la em prática, saiba que essa é a parte mais fácil. Para isso, você precisará da agenda digital escolar. Não qualquer agenda, é claro. Precisa ser uma solução que contenha o recurso de assinatura digital, e de preferência os módulos de captação de alunos e de plano de marketing também, para que você consiga fazer tudo o que viu aqui neste post.

 

Por sorte, a ferramenta que desenvolvemos aqui na ClipEscola tem exatamente tudo o que você precisa. Ela contempla todas as possibilidades que estão neste post. Então os passos para você começar a usar a matrícula digital são:

 

  1. Solicite o contato de um consultor por aqui;
  2. Quando ele te ligar, agende a conferência e comente sobre o seu interesse na matrícula digital;
  3. Tudo ficando de acordo para você, faça a adesão à ClipEscola;
  4. Após a adesão, será designado um implantador de sucesso para a sua escola, que lhe dará o treinamento necessário (que é bem fácil, pois o app é bastante intuitivo);
  5. Prontinho, já pode começar a usar!

 

Leia mais
– Assinaturas digitais: como a sua escola pode usá-las para matrículas e rematrículas
– Captação: como alavancar o número de matrículas com plataforma de comunicação

 

Agora é com você! Coloque a matrícula digital em prática na sua escola e não esqueça de voltar aqui depois e comentar como foram os seus resultados. Vou ficar esperando, viu?

 

AUTOR:

Graziela Balardim

A autora é Jornalista, pós-graduada em Produção Multimídia e atua na ClipEscola como Conteudista de Marketing Digital.