facebook Atendimento por email Agende uma visita Ligue Agora Atendimento online Atendimento Online 2 Whatsapp whatsapp 2 corretor

Como os problemas na comunicação escolar podem estar fazendo a sua escola perder alunos

3 de dezembro de 2018 | sem comentário | Categoria(s): Gestão Escolar

Tempo estimado de leitura: 6 minutos (1179 palavras, 6530 caracteres)

Por que nem todos os alunos se rematriculam na sua escola? Mesmo que a sua instituição de ensino tenha uma taxa de retenção alta, se ela não é de 100%, há oportunidades de melhoria aí. Será que todos os estudantes que abandonam a sua escola o fazem por motivo de mudança ou falta de condições financeiras? Provavelmente não. Então onde está a brecha que você não está vendo? Ela pode estar em problemas na comunicação escolar.

 

Sim, a má comunicação faz escolas perderem alunos, e não é de hoje. Muitas vezes o problema não é visto porque o foco está no lugar errado. A escola enxerga a causa dessa saída, mas não nota que a situação foi algo que se prolongou ao longo do tempo, e que poderia ter sido resolvida ou amenizada se a interação entre pais e escola fosse mais próxima e eficaz.

 

Confira alguns motivos que causam a saída de alunos da escola e que poderiam ser evitados se não houvesse problemas na comunicação escolar:

 

Desentendimentos entre pais e professores

 

Quando lida-se com pessoas, é impossível que em nenhum momento haja algum tipo de atrito entre elas. Em escolas, por exemplo, você deve saber que não é incomum que ocorram discordâncias entre pais e professores, certo? Os motivos podem ser os mais diversos: notas do aluno, alguma bronca que o estudante recebeu e o pai não gostou, decisões da escola que os pais não concordam, entre muitos outros.

 

Essas discussões, muitas vezes, ocorrem pelo WhatsApp ou Facebook Messenger, sem a ciência dos gestores escolares. Os atritos vão desgastando as relações aos poucos, causando insatisfação com a instituição de ensino, até que em um determinado momento o pai acaba achando melhor colocar o filho em outra escola.

 

Você identificou quais são os problemas na comunicação escolar aqui? Falta de ciência e falta de controle dos gestores sobre as interações entre pais e professores! Se diretores e coordenadores têm um meio de identificar que está ocorrendo uma situação de estresse, podem intervir e tentar resolvê-la. Mas é claro, por canais informais isso fica um pouco difícil, você não acha?

 

Então o que fazer? Adotar um canal de comunicação oficial da escola com possibilidade de monitoramento e moderação das interações! Isso é o que muitas instituições de ensino já estão fazendo, aliás. Dessa maneira, os gestores conseguem aprovar os recados que professores trocam com os pais antes do envio, por exemplo, ou até apagar algo que já foi enviado. É uma solução bem simples para o problema, e que evita a perda de alunos que pode já estar ocorrendo na sua escola. Conheça aqui a ferramenta que te traz essa possibilidade.

 


 

Desatenção a casos de bullying

 

Um outro fator que leva o aluno a trocar de escola é o bullying. O problema é epidêmico e com certeza a sua instituição de ensino não está imune a ele. Vislumbre a cena: o estudante vai para a aula e, diariamente, é motivo de chacota da turma por qualquer coisa que diga ou faça. Esse aluno quer ou não sair do ambiente no qual isso acontece?

 

Às vezes leva algum tempo, mas quando a situação fica insuportável, há uma grande chance de o estudante pedir para os pais trocarem ele de escola. E casos assim poderiam ter sido combatidos pela instituição em conjunto com os pais dos alunos praticantes e vítimas de bullying, você não acha?

 

Se a escola têm um contato próximo com os pais, quando identifica a prática pode começar a trabalhar a situação com eles logo no começo, antes que ela se agrave. O combate não é algo que se resolve em um só dia, com um único recado, é um trabalho constante que necessita de um canal ágil para a comunicação entre as partes. Se a instituição não possui uma ferramenta que permita isso, ela tem problemas na comunicação escolar.

 

A forma mais ágil de se comunicar com os pais é pelo celular. Claro que não estou falando do WhatsApp, que é uma grande dor de cabeça nas escolas hoje, mas sim de uma solução já pensada para isso: aplicativo de comunicação escolar. Por ele, logo que o professor observa alguma prática de bullying, já consegue informar aos pais dos envolvidos, que podem tratar do problema em seguida, não deixando o tempo passar e a situação se agravar.

 

Dessa forma, além de a sua escola não perder esses alunos, ainda consegue ajudá-los com esse problema tão sério que é o bullying.

 

Mau comportamento do aluno sem ações conjuntas entre pais e escola

 

A sua escola já precisou “convidar um aluno a se retirar”? A expulsão é uma medida drástica, e que é resultando de um longo período de incomodações e incontáveis situações de mau comportamento do estudante, que em algum momento levam a instituição de ensino a tomar essa decisão.

 

O que isso tem a ver com comunicação? Tudo! A participação dos pais na vida escolar do filho interfere profundamente no comportamento dele na escola. Por isso, é importante que a instituição dê a eles um caminho para que consigam saber tudo o que se passa quando o filho está em aula.

 

Sinceramente, você acredita que a agenda de papel consegue dar conta desse recado? A agenda é algo que os pais nem sempre conferem, e mesmo quando o fazem, o poder da mensagem que está ali é limitada, ainda mais se for vista quando o ocorrido “já esfriou”.

 

Uma maneira de aproximar os pais da escola e torná-los participativos no dia a dia do estudante é oferecer a eles um canal de comunicação que foi pensado para essa necessidade. A ClipEscola, por exemplo, é uma solução que possibilita que a instituição de ensino se comunique com os pais diretamente pelo celular deles, permitindo um nível de proximidade inigualável.

 

Se o aluno estiver criando problemas em sala de aula, o professor pode enviar um “Clip” (recado virtual) ao pai na mesma hora, e o estudante, quando chegar em casa, já será repreendido pelo mau comportamento que teve. Dessa forma, com pais e professores mais próximos, a conduta do aluno pode ser melhor trabalhada, evitando situações extremas como expulsões.

 

Leia mais
– Case: Colégio Gardner coloca ordem na comunicação com ClipEscola
– Matrículas: impulsione seus resultados com o mais moderno recurso tecnológico

 

Você quer evitar problemas na comunicação escolar? Então conheça a ClipEscola!

 

Infográfico - Matrículas

 

A autora é Jornalista, pós-graduada em Produção Multimídia e atua na ClipEscola como Conteudista de Marketing Digital.


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of