fbpx Skip to content
Sala de Aula do Futuro

COMPARTILHE

19 de abril - 2022

Sala de Aula do Futuro: o que é e como preparar a sua escola para ela

Tempo estimado de leitura: 8 minutos (1521 palavras, 9090 caracteres)

A estrutura da sala de aula não mudou muito ao longo da história, não é? Porém, os ventos da inovação já começaram a soprar nesse sentido, e eis que eles nos trazem um novo conceito: Sala de Aula do Futuro. Com um forte alicerce tecnológico e mais aderente às necessidades do século XXI, ela é uma tendência que já começa a “dar as caras” nas instituições de ensino brasileiras.

 

Quer saber tudo sobre o assunto? Então me siga e embarque na leitura!

 

O que é a Sala de Aula do Futuro?

 

A Sala de Aula do Futuro (Future Classroom Lab) consiste em um ambiente multifacetado de aprendizagem. Ela rompe com desenho tradicional de sala – no qual os estudantes ficam enfileirados uns atrás dos outros com um professor em frente a eles – e divide o espaço em seis zonas. Cada uma delas tem determinados objetivos, e deve ter equipamentos tecnológicos atuais que ajudem os alunos a alcançá-los.

 

Quais são as seis zonas de aprendizagem?

 

As seis zonas de aprendizagem da Sala de Aula do Futuro são:

 

1. Interagir

 

A zona Interagir, como o próprio nome entrega, é um espaço para a interação, prioritariamente dos estudantes entre eles, mas também deles com o professor. A interação também pode envolver agentes externos, como especialistas, educadores e alunos de outras escolas, localizadas dentro ou fora do país.

 

No espaço, a aprendizagem é totalmente ativa. Podem ser realizadas dinâmicas que possibilitem ao aluno melhorar a participação, a interação com os colegas e com as atividades, bem como as competências digitais. A zona pode ser configurada em U ou em pequenos grupos, para facilitar a comunicação.

 

Tecnologias apropriadas para a zona Interagir:

 

– Tablets individuais

– Smartphones individuais

– Quadros interativos

– Displays interativos

– Mesa interativa

– Software de jogos educacionais

– Salas virtuais (para a realização de videoconferências com outras escolas)

 

2. Partilhar

 

Na Sala de Aula do Futuro, a zona Partilhar trabalha essencialmente com o aprendizado colaborativo. Nela, os alunos não apenas interagem, mas também colaboram com o aprendizado uns dos outros, com comprometimento, compartilhamento de responsabilidade e partilha nas tomadas de decisão, desenvolvendo assim uma competência primordial para o futuro profissional.

 

Os estudantes realizam trabalhos em duplas ou em grupos – que devem contar com a inclusão de todos – e as atividades podem desdobrar-se para além do horário de aula, com a tecnologia sustentando as comunicações e o intercâmbio de informações e materiais. A configuração da zona de aprendizagem é no formato de grupos.

 

Tecnologias apropriadas para a zona Partilhar:

 

– Quadro interativo grande

– Smart TV

– Ambiente Virtual de Aprendizagem (para as comunicações e interações pós-aula)

 

 

3. Investigar

 

A zona Investigar encoraja a descoberta e a pesquisa científica. O que não falta nesse ambiente é o questionamento, o levantamento de hipóteses, os testes e as avaliações de resultados.

 

Aqui os alunos realizam projetos, experimentos, pesquisas, leituras e observação. Devem ser capazes de encontrar e validar informações de qualidade; resolver problemas; estabelecer correlações; obter um entendimento holístico das coisas; levantar dados; testar hipóteses; e prototipar.

 

Tecnologias apropriadas para a zona Investigar:

 

– Robôs

– Sensores

– Óculos VR

– Laboratórios em realidade virtual aumentada

– Microscópio

– Calculadora gráfica

– Computador

– Ambiente Virtual de Aprendizagem 

 

4. Criar

 

Na zona Criar, o protagonismo do aluno é trabalhado mais do que em qualquer outra. Cabe a ele criar conteúdos em diversos formatos, de maneira bem “mão na massa” e utilizando uma variedade de equipamentos disponíveis.

 

Nessa zona da Sala de Aula do Futuro, as criações visam o desenvolvimento de hard e soft skills, proporcionando que os estudantes obtenham um aprendizado técnico do uso das ferramentas e, ao mesmo tempo, potencializem questões como independência, criatividade, comunicação e gestão do tempo.

 

Tecnologias apropriadas para a zona Criar:

 

– Câmera para fotos e vídeos

– Microfones

– Computador

– Software de edição de vídeo

– Software de animação

– Software para edição de fotos

– Mesa digitalizadora

– Mesa de mistura

– Tripés

– Equipamento de iluminação

– Cenário de fundo

 

5. Apresentar

 

É na zona Apresentar que os alunos desenvolvem habilidades de apresentação de conteúdos. Aqui são trabalhadas questões como oratória, construção de apresentações, uso de ferramentas e capacidade de dar e de receber feedbacks.

 

As apresentações desenvolvidas pelos alunos não precisam ficar restritas à turma, elas podem também ser publicadas na internet para audiências reais. A audiência, por sua vez, pode dar feedbacks na forma de comentários. A partir das observações de terceiros, os estudantes podem se aprimorar cada vez mais.

 

Tecnologias apropriadas para a zona Apresentar:

 

– Projetor

– Tela de projeção

– Smart TV

– Computador

– Power Point / Presentations / Sway

– Microfone de lapela

 

6. Desenvolver

 

Na Sala de Aula do Futuro, a zona Desenvolver é um espaço de aprendizagem informal. Ela tem uma cara e uma vibe de relaxamento. Os alunos podem aprender enquanto se concentram em seus próprios interesses, sem o rigor de um ensino formal. Assim, acham seus próprios caminhos para o conhecimento, trabalhando com liberdade, criatividade, autonomia, autorreflexão e concentração. 

 

É um momento que cada um pode aprender em seu próprio ritmo e com suas próprias escolhas. O professor também pode, nesse espaço, realizar abordagens pedagógicas bem personalizadas.

 

Tecnologias apropriadas para a zona Desenvolver:

 

– Kindles

– Ebooks

– Tablets

– Smart TV

– Fones de ouvido

– Jogos educativos

– Filmes

– Ambiente Virtual de Aprendizagem

 

Por que a Sala de Aula do Futuro faz sentido na educação de hoje?

 

A Sala de Aula do Futuro é fruto dos intensos avanços tecnológicos da nossa sociedade atual, das mudanças culturais e das novas demandas do mercado de trabalho. Vivemos em um mundo com abundância de informações de fácil acesso, que necessitam mais de alguém que as organize e oriente seu uso de forma crítica e reflexiva do que que as transmita. 

 

Outra característica que se reflete na Sala de Aula do Futuro é a impermanência dos nossos tempos. Estamos no Mundo VUCA, volátil, incerto, complexo e ambíguo. Nunca se está 100% preparado para ele, mas quem tiver mais habilidades diversificadas e facilidade de se remodelar sempre que as circunstâncias assim o exigirem, conseguirá caminhar com passos mais firmes em cenários insólitos.

 

Por fim, a tecnologia é a cola que une o mundo, e isso não regredirá. O mercado de trabalho precisa de profissionais que saibam usar a tecnologia para as mais diversas tarefas e nas mais variadas áreas, e não apenas nas ligadas diretamente à TI. É claro que os postos de trabalho diretamente ligados à TI também crescem a ritmos surreais, e as escolas não podem andar na contramão dessa demanda.

 

Como a ClipEscola pode contribuir?

 

Você sabe que ClipEscola é sinônimo de Transformação Digital, não é? Nossa plataforma foi desenvolvida para colocar a escola inteira sob bases digitais, centralizando todas as informações de todas as áreas em um único local. Então, se a sua instituição usa ou pretende usar a Sala de Aula do Futuro, não teria coerência fazer todo o resto com papéis e tarefas manuais, certo?

 

Agora, falando diretamente de como podemos ajudar dentro da Sala de Aula do Futuro, vou te explicar. Temos na nossa plataforma o módulo de salas de aula virtuais com ambiente virtual de aprendizagem. Ali a escola consegue organizar todos os materiais das zonas de aprendizagem de forma categorizada por disciplina. É possível subir arquivos em diversos formatos e sem consumo de espaço.

 

Ahhh, e sabe do que mais? Os estudantes também podem usar os fóruns de discussão e os grupos de conversas só entre alunos para trocar informações sobre trabalhos, materiais, contribuir para o conhecimento uns dos outros e trabalhar com habilidades sociais. Show de bola, né? Confira este material e conheça todas as possibilidades da nossa Plataforma de Transformação Digital M3I.

 

Leia mais
– SAMR: o que é e como usar o modelo na escola
– Sala Virtual ClipEscola: desvende todas as possibilidades

 

E aí, sua escola está pronta para dar mais esse passo rumo à inovação e implementar a Sala de Aula do Futuro? Já sabe né… pode contar com a Clip para o que precisar!

 

CTA - Infográfico - Sala de Aula Virtual ClipEscola

AUTOR:

Graziela Balardim

A autora é Jornalista, pós-graduada em Produção Multimídia e atua na ClipEscola como Conteudista de Marketing Digital.