fbpx Skip to content
Volta às aulas 2022

COMPARTILHE

18 de janeiro - 2022

Volta às Aulas 2022: dicas para um retorno bem-sucedido

Tempo estimado de leitura: 12 minutos (2401 palavras, 13985 caracteres)

Início de ano… hora de começar a planejar o retorno às aulas, certo? Assim como em 2021, essa volta às aulas 2022 ainda está longe de permitir que os gestores fiquem dentro de uma zona de conforto, afinal, a pandemia não está superada. A incerteza ainda é um fator da equação, e por isso, exige uma preparação para diversos tipos de cenários. Tendo isso em mente, confira algumas dicas para a sua escola fazer um retorno bem-sucedido:

 

Ambiente de acolhimento

 

A pandemia provocou impactos na saúde emocional de alunos e professores. Muitos perderam entes queridos, tiveram e ainda têm de lidar com o medo de um eventual contágio, precisaram ficar mais isolados e mudar suas rotinas em diversos aspectos. Por isso, é importante que na volta às aulas 2022, alunos e professores encontrem na escola um ambiente de acolhimento.

 

Em sala de aula, por exemplo, é essencial abrir um espaço para que os estudantes possam falar um pouco de suas experiências nesse período, se abrir, dialogar uns com os outros, trocar. O mesmo pode ser feito com os professores em algum momento antes do início das aulas e sempre que houver a necessidade.

 

Se for viável para a escola, seria interessante também disponibilizar um psicólogo que possa conversar com alunos e professores quando eles precisarem, para que assim todos consigam trabalhar melhor seus sentimentos, ansiedades e lidar com todo esse turbilhão de emoções provocadas pela situação que vivenciamos.

 

Além disso, o trabalho com o ensino afetivo e com os princípios da inteligência emocional também são de grande valor para a promoção desse ambiente de acolhimento. É interessante que a instituição busque treinamento para seus profissionais nesse sentido.

 

Manutenção dos cuidados sanitários

 

A manutenção dos cuidados sanitários com relação ao Covid-19 é crucial para que a escola consiga evitar um eventual surto de contaminações dentro de sua estrutura, o que poderia exigir a suspensão das aulas físicas no local por determinado período. Vale lembrar que a vacinação não atingiu 100% da população, então, o risco de contágio não pode ser descartado.

 

Algumas medidas importantes para evitar eventuais contaminações na escola são: 

 

  • Limpeza frequente dos ambientes;
  • Uso de máscaras com troca a cada três horas;
  • Etiqueta respiratória;
  • Janelas abertas;
  • Disponibilização de álcool em gel nas áreas comuns da escola;
  • Lavagens de mão com frequência;
  • Intervalos escalonados;
  • Garrafinhas d’água trazidas de casa, para evitar o uso do bebedor;
  • Triagem de Covid-19, para evitar que alunos possivelmente contaminados entrem na escola; 
  • Saídas escalonadas;
  • Reuniões com pais somente por videoconferência;
  • Disponibilização de cartilha com orientações a pais, alunos e colaboradores.

 

Tomar um pouco de cuidado é bem melhor do que ter que lidar com o transtorno de fechar a escola por algum tempo, devido a um surto inesperado de contágio entre os alunos, não é mesmo? Fica a dica!

 

 

Plataforma para EaD

 

As escolas, mesmo com o ensino presencial, ainda têm muitos motivos para manter uma plataforma que suporte aulas em EaD, sabia? Veja alguns:

 

  • Ensino híbrido

 

Instituições de ensino da rede pública de alguns estados brasileiros ainda não têm previsão para uma volta às aulas 100% presencial. Nessas escolas, portanto, a necessidade de uma plataforma que permita aulas remotas ainda estará presente na volta às aulas 2022.

 

Mesmo em instituições que não vivenciam essa realidade, há casos de alunos que não se sentem seguros para voltar ao ensino presencial – seja por pertencerem ao grupo de risco ou por morarem com alguém que possui comorbidades. Assim, muitas escolas ainda acabam mantendo o ensino híbrido para essas situações específicas. O que não pode faltar é qualidade na aprendizagem online, e uma plataforma pode ajudar muito nessa questão.

 

  • Eventual mudança nos protocolos sanitários

 

Neste Mundo VUCA em que vivemos, não há como ter garantias perpétuas, especialmente durante uma pandemia que, “vira e mexe”, aparece com uma nova variante e provoca uma nova onda de contágios. Então, o gestor escolar que estiver preparado para mudanças repentinas – como protocolos exigindo a volta da obrigatoriedade do ensino híbrido ou um novo fechamento das escolas – terá menos dificuldade de fazer as adaptações necessárias.

 

O que eu quero dizer com isso? Que este não é o momento de a instituição abrir mão de uma plataforma que dê suporte a aulas remotas. Afinal, você não quer repetir o filme que já assistiu em 2020, não é? Pela experiência que a vida te deu, você já sabe que as coisas acontecem muito rápido, e que não há tempo para fazer planejamento nessas horas, então, planeje-se antes. Espere o melhor, mas sempre esteja preparado para o pior. Assim, a sua escola não será pega de surpresa outra vez!

 

  • Reuniões virtuais com os pais

 

Salas de aula virtuais também podem ser convertidas em salas para reuniões. Como falamos no tópico sobre manutenção dos cuidados sanitários, fazer reuniões com os responsáveis nesse formato é uma medida que ajuda a diminuir o risco de contágio.

 

Pense bem. Se as reuniões forem presenciais, isso implicará em colocar professores e pais dentro de um mesmo ambiente fechado por um tempo considerável. Mesmo que seja exigido o uso de máscara, sabemos que nem todos a usam corretamente. Você sabe que sempre terá alguém com a máscara no queixo, não sabe? Então, vamos ser realistas. Reuniões virtuais com os pais são bem mais seguras, e isso é viável com plataforma com recurso para EaD.

 

 

  • Possibilidades ao ensino

 

Para além da questão de segurança, há toda uma gama de possibilidades a explorar quando a escola conta com uma plataforma que possui Ambiente Virtual de Aprendizagem. Para começar, a sua instituição pode usá-la para aplicar modelos de ensino híbrido como estes aqui, que já existiam bem antes da pandemia e que permitem grandes avanços na aprendizagem. Alguns deles nem exigem que a parte online seja feita fora da escola.

 

Boa parte das metodologias ativas também estão sob o guarda-chuva do ensino híbrido. Tais métodos estão recebendo cada vez mais abertura nas escolas, especialmente depois de todo o “laboratório” que o ensino remoto proporcionou. Por isso, se a sua instituição tem o intuito de continuar avançando e proporcionando protagonismo ao aluno, esse é mais um motivo para manter ou aderir a uma plataforma com EaD na volta às aulas 2022.

 

  • Novo Ensino Médio

 

A sua instituição possui o nível médio de ensino? Então, contar com uma plataforma que possibilite aulas virtuais será de grande valia para vocês. Como você deve saber, em março de 2022 as escolas precisarão estar aderentes às exigências do Novo Ensino Médio, que inclui o aumento da carga horária e a oferta de itinerários formativos. Um percentual disso pode ocorrer por EaD.

 

De acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio, até 20% das aulas podem ser remotas para o período matutino, 30% para o noturno e 80% para EJA. Então, é uma grande facilidade para a instituição, que em vez de investir em reformas na sua estrutura para comportar mais salas, poderá usar as salas virtuais. Leia mais sobre isso aqui.

 

Comunicação digital

 

A comunicação digital já deu provas de que é necessária nas instituições de ensino. Afinal, como seria o contato com as famílias durante o longo período de isolamento social se só existisse a agenda de papel? E nem me venha dizer que essa fase já passou, pois como conversamos, ainda estamos vivenciando tempos de incerteza, e gestores com visão sabem que precisam preparar a escola para todos os cenários. Na volta às aulas 2022, portanto, o que não pode voltar é a comunicação de papel.

 

Dito isso, vamos falar mais sobre a comunicação digital. Na quarentena, muitas alternativas foram usadas para esse propósito, pois qualquer coisa era melhor do que contato nenhum com os pais, não é? Acontece que agora já é tempo de profissionalizar essa comunicação, deixando tudo mais organizado, eficiente e sem ruídos. Nesse sentido, a agenda digital cai como uma luva!

 

Por ela, a comunicação com as famílias não vira uma “tripa de conversas intermináveis”. Os comunicados enviados pela escola chegam aos pais na forma de recados digitais, e não de mensagens instantâneas. As respostas aos responsáveis também não precisam ser imediatas e a qualquer momento do dia ou da noite. A agenda digital permite a configuração de horários para isso. Com ela, a instituição também consegue obter confirmações de leitura que não podem ser desabilitadas. Entenda mais sobre a agenda digital por aqui.

 

 

Processos internos digitais e integrados

 

Na mesma linha do que temos conversado – sobre a importância de preparar a escola para tudo – estão os processos internos da instituição. Os seus colaboradores precisaram ficar em home office por um longo tempo, certo? Imagino que se a sua escola trabalhava com arquivos de papel e com planilhas salvas dentro de computadores específicos, deve ter sido o maior transtorno quando todo mundo precisou trabalhar de casa, não é?

 

Provavelmente, muitos colaboradores tenham precisado ir até a escola fechada para pegar alguma planilha que não estava online, algum arquivo salvo no PC ou até mesmo físico, etc. E se mais alguém necessitava do documento, ele tinha que ser compartilhado por e-mail, e aí entrava também a questão do peso do arquivo, do tempo de carregamento, e por aí vai. Esse é um bom exemplo de processo que não é eficiente.

 

Na volta às aulas 2022, vamos evoluir nesse aspecto, combinado? O lugar de arquivos é na nuvem, onde podem ser acessados de qualquer computador por qualquer pessoa que tenha permissão e sem consumir espaço na memória de ninguém. Ou seja, se der uma reviravolta e as escolas fecharem novamente, todos os colaboradores terão facilidade de acessar os documentos de casa, pois não são físicos e nem estão salvos em um só computador.

 

Outro aspecto importante é a integração. Se os sistemas da sua escola estão todos integrados, há uma significativa redução de tarefas manuais. Isso significa que as coisas quase “andam sozinhas”, pois algo que é feito em uma ponta chega até a outra automaticamente, sem ter que exportar dados de um sistema e importar em outro. Quando há um sistema de gestão integrado com a agenda digital, por exemplo, temos aí um fluxo de excelência.

 

Como a ClipEscola pode ajudar na volta às aulas 2022

 

Há vários aspectos deste artigo nos quais a ClipEscola consegue ajudar. Nós somos uma plataforma de transformação digital bem completa, capaz de sanar muitas das dores escolares. Com relação às necessidades que citamos da volta às aulas 2022, a nossa solução te ajuda nestes pontos:

 

  • Manutenção dos cuidados sanitários

 

A Clip possui o incrível recurso de Triagem de Covid-19, que serve para as escolas descobrirem previamente quais alunos podem estar com o vírus, e então avisar aos pais para não trazê-los à instituição. Temos também o recurso Estou Chegando, que ajuda na organização de uma saída escalonada. Além disso, pelas nossas salas virtuais, é possível realizar reuniões com os pais por videoconferência, eliminando a necessidade de encontros presenciais.

 

  • Plataforma para EaD

 

Na questão de ensino remoto ou híbrido, mais uma vez, pode contar com a Clip! Temos um Ambiente Virtual de Aprendizagem que pode ser usado para a continuidade das aulas, em caso de novo fechamento; para aulas híbridas; para a aplicação de metodologias ativas; para o percentual da carga horária do Novo Ensino Médio que é permitido por EaD; e até para reuniões online. Confira todos os recursos do nosso AVA por aqui.

 

  • Comunicação digital

 

Comunicação digital é a maior de todas as expertises da ClipEscola! A nossa agenda digital é capaz de suprir todos os pontos de contato entre escola e pais. Todos os setores da instituição podem ser compreendidos nessa comunicação, permitindo que ela seja 360º. Ou seja, os times do administrativo, financeiro, pedagógico, secretaria, etc., podem enviar comunicados diretamente para os pais de forma organizada. O contrário também acontece, e os recados dos pais são respondidos dentro de horários que a escola estipula. Solicite informações por aqui.

 

  • Processos internos digitais e integrados

 

Lembra sobre o que conversamos da importância de os arquivos ficarem salvos em nuvem e de os processos internos serem integrados? Te ajudamos nisso também! A nossa solução trabalha com armazenamento em nuvem, e tudo o que é enviado na agenda digital, no ambiente virtual de aprendizagem e no módulo de comunicação interna fica salvo de forma segura e prática na nuvem. Além disso, permitimos inúmeras integrações, que vão de sistemas de gestão a catracas. Solicite mais informações sobre isso por aqui.

 

Leia mais
– Planejamento Escolar: o que é e tudo o que você precisa saber para elaborá-lo
– 10 motivos para ter a ClipEscola na sua instituição em 2022

 

Você sente que a sua escola está pronta para uma volta às aulas 2022 bem-sucedida? Se precisar da nossa ajuda em qualquer aspecto, é só nos chamar por aqui!

 

CTA_Saiba mais sobre a ClipEscola

AUTOR:

Graziela Balardim

A autora é Jornalista, pós-graduada em Produção Multimídia e atua na ClipEscola como Conteudista de Marketing Digital.