fbpx Skip to content
Reajuste da mensalidade escolar 2021

COMPARTILHE

27 de novembro - 2020

Reajuste da mensalidade escolar 2021: como explicar aos pais dos alunos a necessidade de aumento

Tempo estimado de leitura: 10 minutos (2028 palavras, 11817 caracteres)

Aumento de mensalidade não é um assunto fácil de tratar com os pais, não é mesmo? O fato é que ele está acontecendo em boa parte das escolas nos quatro cantos do país. Em geral, o reajuste da mensalidade escolar 2021 ficará acima da inflação, chegando a 5%. Não é à toa. 2020 exigiu muito financeiramente das escolas, pois de um lado elas estavam fazendo investimentos e do outro concedendo descontos. Se a sua escola também precisará praticar reajustes, entenda no post de hoje qual é a melhor forma de explicá-los aos pais.

 

O que diz a lei

 

Primeiramente, é bom que a sua escola fique por dentro das determinações legais. A Lei 9.870 define que o valor total anual ou semestral deverá ter como base a última parcela da anuidade ou da semestralidade legalmente fixada no ano anterior, multiplicada pelo número de parcelas do período letivo. 

 

Porém, a lei diz também que poderá ser acrescido ao valor o montante proporcional à variação de custos a título de pessoal e de custeio, comprovado mediante apresentação de planilha de custo, mesmo quando esta variação resulte da introdução de aprimoramentos no processo didático-pedagógico.

 

Outro aspecto a destacar na lei é que ela exige que a escola divulgue em local de fácil acesso ao público o texto da proposta de contrato e o valor. Isso precisa ocorrer em um período de no mínimo 45 dias antes da data final para a matrícula, de acordo com o calendário da instituição de ensino.

 


 

Transparência sobre o reajuste da mensalidade escolar 2021

 

Como você conferiu acima, realmente o reajuste da mensalidade escolar 2021 pode ser realizado de forma legal. Explicar a necessidade de aumento aos pais, no entanto, já é uma outra questão. Tudo precisa ser feito com muito tato e transparência, pois essa é uma comunicação muito delicada, principalmente em um momento de crise econômica.

 

Antes do contato é necessário elencar todos os investimentos que a escola fez em 2020 e que fará em 2021. Os pontos mais comuns são:

 

  • Tecnologia

 

EaD

 

Boa parte das escolas ofereceu a continuidade das aulas no período de pandemia por meio de ensino a distância. Se, para isso, foram utilizados recursos genéricos gratuitos, não houve despesa para a escola com relação à aquisição de sistemas para EaD, então esse é um ponto que não pode ser usado para justificar o reajuste.

 

Já se a escola fez um investimento financeiro em recursos digitais específicos para a realização das aulas, como plataformas com ambiente virtual de aprendizagem, faz sentido que os valores entrem no reajuste.

 

Há também os investimentos físicos em tecnologia. A escola comprou notebooks para os professores transmitirem as aulas? Comprou celulares, câmeras e outros recursos que foram necessários para as aulas remotas? Isso conta também.

 

Ensino Híbrido

 

O ensino híbrido é uma realidade certa para a reabertura das escolas, pois sem ele é praticamente impossível viabilizar o distanciamento social. Por isso, o investimento feito em sistemas para EaD deve permanecer para a realização das aulas híbridas. Além dele, a escola pode ter outras despesas com a aquisição de equipamentos físicos, como câmeras, microfones, tripés, entre outros. Esses gastos são importantes para a manutenção das aulas, então podem justificar o reajuste da mensalidade escolar 2021 também.

 

Comunicação Escolar

 

No período de pandemia as escolas que até então ainda usavam agenda de papel para a comunicação escolar precisaram encontrar alternativas tecnológicas às pressas para o contato com os pais e até com os alunos. Diversas instituições investiram na agenda digital, que permite a entrega de todas as informações e materiais diretamente no celular de forma organizada e eficiente.

 

O investimento deve se manter na reabertura das escolas, até porque as aulas serão híbridas, e algumas escolas oferecerão inclusive uma volta opcional, permitindo que alunos que queiram ficar somente no EaD tenham essa possibilidade. Assim, a comunicação escolar continuará dependendo muito da tecnologia, fazendo desse investimento algo não apenas importante, mas essencial.

 

  • Medidas sanitárias

 

Como todo mundo sabe, as escolas só poderão ser reabertas se as instituições se adequarem às exigências sanitárias determinadas por seus estados. Com isso, as instituições terão uma série de despesas com itens como:

 

  • Álcool em gel 
  • Máscaras para os colaboradores da escola
  • Produtos de limpeza eficientes contra o Coronavírus
  • Tapetes sanitizantes
  • Ambientes de limpeza e desinfecção
  • Aparelhos para a aferição da temperatura
  • Barreiras de acrílico/vidro/plástico em carteiras e/ou refeitórios, etc.

 

Essas despesas são uma necessidade para que as aulas ocorram dentro da máxima segurança possível. É importante discriminar esses gastos também.

 

  • Despesas com pessoal

 

Horas extras

 

De uma forma geral, o trabalho dos professores aumentou muito no período de pandemia. Além do tempo das aulas em si, muitos precisaram trabalhar editando vídeos, publicando-os e até realizando aulas extras de tira-dúvidas. Se a escola teve despesas de horas extras com pessoal, isso também pode constar nos cálculos.

 

Treinamentos

 

Outra despesa que pode impactar no reajuste da mensalidade 2021 é a de treinamento do corpo docente para as aulas híbridas. Quando as aulas pararam em março, os professores precisaram se ajustar ao EaD sem tempo para um treinamento prévio para o uso da tecnologia, mas o mesmo não ocorre agora. As escolas já sabem que precisam se preparar para o ensino híbrido, e muitas já estão investindo em treinamento da equipe pedagógica.

 

Contratações

 

Um outro investimento que algumas escolas podem sentir necessidade de fazer é o de contratação de pessoal. As aulas realizadas na sala de aula podem ser transmitidas em tempo real para os alunos que estarão em casa – seja devido ao ensino híbrido ou porque o aluno preferiu permanecer totalmente em EaD – só que essa é uma opção da escola. Se a instituição preferir contratar professores para se dedicarem somente às aulas remotas, esse será um custo a mais.

 


Comunicação com os pais

 

A sua escola já fez o levantamento de todos esses gastos que impactarão no reajuste da mensalidade escolar 2021? Agora então é a hora de fazer uma comunicação eficiente com os pais sobre o assunto.

 

Comunicação para o cumprimento da lei

 

Na começo do post você viu que uma determinação legal é a apresentação de uma planilha de custos comprovando as despesas que levaram ao reajuste da mensalidade escolar 2021, e que o texto da proposta de contrato e o valor devem ser divulgados em local de fácil acesso ao público em no mínimo 45 dias antes do prazo final da matrícula.

 

Na sua opinião, existe algum local de mais fácil acesso do que o celular? O celular é algo que está nas mãos das pessoas praticamente o tempo todo, e elas o conferem várias vezes ao dia. Uma boa forma de garantir a entrega dos comunicados é pela agenda digital escolar, que funciona por aplicativo.

 

Realizando os envios dessa forma, a escola consegue conferir cada um dos recebimentos e visualizações e até estatísticas gerais. Não há a opção de desabilitar. E caso algum pai não tenha o app instalado, tudo o que foi enviado chega diretamente no e-mail dele. Não sei você, mas eu não consigo pensar em uma forma que dê mais garantia de entrega da informação do que essa!

 

Carta aberta

 

Além da planilha e do texto da proposta de contrato, uma sugestão é que a escola envie uma carta aberta aos pais pela agenda digital. A apresentação dos dados mostrará aos pais o porquê do reajuste, mas é importante ter algo mais humanizado também, um texto que mostre que a escola só está realizando esse aumento porque não há outra forma para continuar oferecendo tudo o que o aluno necessita.

 

Caso a sua instituição tenha concedido descontos nas mensalidades em 2020, isso também pode ser citado na carta, mostrando que a escola fez a parte dela para reduzir as despesas dos pais no momento em que eles mais precisaram. Peça a compreensão deles agora.

 

Por fim, se a escola disponibilizou alguma possibilidades de os pais pagarem menos, como por exemplo descontos para o pagamento em dia, desconto para quem quitar a anuidade ou um semestre inteiro de uma vez, etc., isso também pode ser citado como uma alternativa.

 

Mantendo o diálogo aberto

 

Além de tudo isso, o ideal é que a sua escola mantenha o diálogo aberto com os pais. Há casos que podem necessitar de uma abordagem diferenciada. Por exemplo, se algum pai tem o filho matriculado na escola há anos e sempre pagou em dia, mas na pandemia ficou desempregado e precisa que as mensalidades do primeiro semestre sejam menores para que dê tempo de ele encontrar um emprego. Será que não vale a pena negociar com ele?

 

Mesmo quando não houver opção de negociação, é importante que a escola ao menos se mostre disponível para ouvir os pais que queiram procurá-la para conversar sobre as mensalidades e que os trate da forma mais empática possível. Afinal, a pandemia não foi culpa de ninguém, mas tanto as instituições quanto os pais sofreram com as consequências. Então, durante a comunicação, lembre-se sempre de que vocês estão do mesmo lado, e não um contra o outro!

 

Como a ClipEscola pode te ajudar

 

A ClipEscola é a Plataforma de Transformação Digital mais completa que você possa imaginar. Ela é capaz de te ajudar em inúmeros desafios do cotidiano escolar. Como estamos falando de comunicação com os pais sobre o reajuste da mensalidade escolar 2021, vamos começar falando da Agenda Digital.

 

A Agenda Digital ClipEscola funciona por meio de aplicativo para os pais e de plataforma web para a escola. Ela entrega todas as informações aos pais bem na palma da mão, de forma organizada. A instituição consegue saber exatamente quem conferiu os recados e a que horas, e também obter estatísticas gerais de recebimentos e visualizações. Pode também realizar o envio de materiais em diversos formatos

 

Pela solução a sua escola consegue fazer todas as comunicações necessárias sobre o reajuste e realizar inclusive negociações e reuniões virtuais com os pais por lá. Há também uma funcionalidade chamada ClipPag, que permite o recebimento das mensalidades dentro do mesmo aplicativo. O recurso envia até lembretes ao responsável financeiro quando o dia do pagamento está chegando.

 

Outro módulo da ClipEscola que te ajudará muito no tocante às aulas remotas e híbridas é o Ambiente Virtual de Aprendizagem. Ele possibilita transmissões ao vivo, envio de aulas gravadas, envio de materiais de forma categorizada por disciplina, entrega de trabalhos e aplicação de provas.

 

Todos os recursos que você viu aqui fazem parte da mesma ferramenta, ou seja, a escola consegue centralizar tudo na mesma solução. Solicite mais informações por aqui.

 

Leia mais
– 5 motivos para você automatizar o pagamento das mensalidades escolares
– Como reduzir radicalmente as taxas de boletos escolares e obter economia

 

Espero que as dicas desse post ajudem a sua escola a fazer as comunicações referentes ao reajuste da mensalidade escolar 2021 da melhor forma possível. Se precisar da gente, estamos aqui!

 

CTA - Informações em Geral

AUTOR:

Graziela Balardim

A autora é Jornalista, pós-graduada em Produção Multimídia e atua na ClipEscola como Conteudista de Marketing Digital.