fbpx Skip to content
Engajar os pais na vida escolar dos alunos

COMPARTILHE

29 de agosto - 2022

10 maneiras de engajar os pais na vida escolar do estudante

Tempo estimado de leitura: 13 minutos (2669 palavras, 15033 caracteres)

A participação dos pais na vida escolar do estudante importa muito. Ela faz tanta diferença que afeta, inclusive, o rendimento dele nos estudos, conforme as pesquisas já comprovaram. Porém, nem sempre é fácil para a escola conseguir engajar os pais com as rotinas e torná-los participativos. É por isso que hoje preparamos uma lista com ideias de como fazer isso! Bora conferir?

 

1. Compartilhamento do Projeto Político-Pedagógico

 

O primeiro passo para engajar os pais com a escola é colocá-los a par do Projeto Político-Pedagógico (PPP), disponibilizando a eles uma cópia do documento logo no início do relacionamento deles com a escola e sempre que houver alguma atualização. Vale lembrar que o PPP é democrático e precisa mesmo estar à disposição da comunidade escolar. 

 

Tendo acesso ao PPP, os pais conhecerão as propostas e ações que serão implementadas pela escola; o direcionamento que a instituição dará para a formação cidadã do aluno; e as atividades e projetos voltados ao ensino e aprendizagem que a escola possui. Terão acesso também a dados mais gerais, como recursos humanos, físicos e tecnológicos disponíveis; diretrizes pedagógicas; entre outros. Assim, poderão saber com mais clareza o que esperar para a aprendizagem do filho e acompanhar a aplicação do PPP no dia a dia.

 

Para garantir que os responsáveis recebam o documento, o ideal é que a escola o disponibilize por um canal que seja prático para os pais acessarem e que ela consiga confirmar o recebimento, como por exemplo a agenda digital escolar, que funciona por app.

 

2. Apresentação do corpo docente

 

É comum que os pais, muitas vezes, nem conheçam todos os professores que dão aula para os seus filhos. Esse é um gelo que precisa ser quebrado se o intuito é aproximar as famílias da escola e engajar os pais na vida escolar do estudante. E não pense que as reuniões esporádicas que ocorrem durante o ano são o suficiente para isso. É preciso ir além!

 

Uma ideia é enviar para os pais em todo início de ano letivo alguns vídeos curtos em que cada professor se apresenta e conta um pouco de suas experiências e hobbies, para deixar a coisa mais humanizada. Como são muitos professores, a escola pode fazer o envio de um vídeo por dia, para não ficar muita coisa de uma vez só. O ideal é estabelecer um tempo-limite para essa apresentação também, para não ficar algo muito extenso.

 

O envio pode ser realizado pela agenda digital, para facilitar as coisas. Como essa ferramenta possui armazenamento em nuvem, os pais não precisam salvar os vídeos na galeria do celular. Assim, não há aquela preocupação com espaço de armazenamento e consumo de memória. Bem melhor, né?

 

 

3. Envio de diário da criança ou do bebê

 

Se a sua instituição trabalha com ensino infantil, esta é a dica que mais vai te dar elementos para engajar os pais no dia a dia da escolinha. O diário da criança ou diário do bebê nada mais é do que um reporte diário do que aconteceu durante o período em que a criança ou o bebê passou na instituição.

 

No caso de bebês, por exemplo, esse tipo de reporte costuma trazer dados sobre alimentação, sono, evacuação e observações com relatos mais específicos, como por exemplo: “esticou os braços”, “começou a engatinhar”, “conseguiu sentar sem apoio”, entre outros. Assim, os pais conseguem perceber se está tudo bem com o pequeno, dentro do esperado, ou se há algum sinal de alerta para o qual eles devem se atentar e, quem sabe, até procurar por um médico.

 

No caso das crianças que já saíram do berçário, mas que ainda estão no ensino infantil, o diário costuma trazer informações como alimentação, humor, banheiro, entrega de tarefas e as observações específicas que os professores julgarem necessárias. Esses registros também têm o importante papel de mostrar aos pais se a criança está se desenvolvendo da forma como se espera para a idade dela ou se há algum problema aparente que requer a ajuda de um especialista.

 

Para agilizar o dia a dia dos professores e facilitar o envio desses diários aos responsáveis, a escolinha pode utilizar templates prontos dentro da agenda digital, que são muito rápidos de preencher e podem ser enviados para todos os pais da turma com um só clique. Os responsáveis recebem esses diários em tempo real e bem na palma da mão, o que torna muito mais prático o acompanhamento das rotinas. E nem preciso falar que, se o objetivo é engajar os pais, praticidade faz toda a diferença, né?

 

4. Envio de informações sobre frequência

 

Um outro tipo de informação que todos os responsáveis querem saber, especialmente aqueles que são pais de adolescentes e pré-adolescentes, são as frequências escolares. Afinal, qualquer pessoa que já teve idade escolar sabe que “gazeadas” acontecem e, evidentemente, nenhum pai quer o seu filho matando aula, certo? Então, a escola também pode engajar os pais no “combate às gazeadas”, hehe.

 

No mundo moderno, isso é muito fácil, pois a tecnologia “dá aquela mão”. Qualquer instituição que tenha agenda digital consegue enviar informações diárias sobre frequência escolar aos pais. Se a agenda for integrada a catracas e outros dispositivos de registros de entrada, essas informações chegam aos responsáveis automaticamente e em tempo real.

 

Funciona assim: quando o aluno passa pela catraca ou pelo dispositivo que registra a sua entrada, essa informação já é enviada diretamente ao celular dos pais. Quando o estudante sai da escola, a mesma coisa acontece. Então, os responsáveis podem ficar bem seguros e saber com toda a certeza se seus filhos estão dentro da escola ou não. Muito bom esse recurso, né?

 

5. Envio de notas

 

Antigamente, os pais só ficavam sabendo se os filhos estavam indo bem nas matérias quando chegava o boletim. Aí, um bimestre ou trimestre de notas ruins já tinha se acumulado. Hoje, no entanto, as coisas não precisam mais ser assim. A escola consegue manter os pais e responsáveis informados sobre a nota de cada prova, permitindo que eles descubram se o filho está com dificuldades em alguma disciplina antes que isso se agrave.

 

Para que a instituição de ensino possa ter agilidade nesses envios, basta que ela integre a agenda digital ao sistema de gestão escolar. Dessa forma, as notas que são lançadas no sistema já são enviadas automaticamente aos pais, sem a necessidade de nenhuma outra tarefa manual ou de consumo de tempo produtivo dos colaboradores. Bem prático, né?

 

Recebendo as notas periodicamente, os responsáveis já conseguem participar mais, pois eles já ficam contextualizados sobre o rendimento do filho. Então, podem verificar com os professores quais são os assuntos que o estudante não está entendendo, para conseguir auxiliá-lo em casa. Essa é uma boa forma de engajar os pais com a questão do desempenho do aluno, unindo esforços para melhorar esse aspecto.

 

 

6. Envio de ocorrências

 

No dia a dia em sala de aula acontecem coisas que muitas vezes os pais não ficam sabendo, como por exemplo: bagunça, brigas entre colegas, conversas paralelas durante a aula, envio do aluno para a coordenação, suspensões etc. Essas situações, porém, podem ser reportadas aos pais, e em tempo real. Basta que o professor envie rapidamente um recadinho a eles pela agenda digital.

 

Assim que o aluno chegar em casa, os responsáveis dele já estarão cientes do que aconteceu e poderão ter uma conversa com ele sobre o assunto. Engajar os pais nessa questão é importante porque isso tem o poder de melhorar o comportamento do aluno em sala de aula. Afinal, ninguém gosta de ser repreendido pelos responsáveis diariamente pelo que “aprontou” em aula, né?

 

Se o reporte de ocorrências se tornar um hábito diário da escola, os pais não apenas ficarão engajados, como também se tornarão um braço direito da instituição. Assim, a ajudarão a conseguir resultados com relação ao comportamento dos alunos que não seriam possíveis de se alcançar de outra forma. Quem mais ganha com tudo isso, no final das contas, é o estudante, que acaba tendo um rendimento melhor nos estudos por ter seu mau comportamento combatido.

 

7. Fotos de atividades diferenciadas da escola

 

Uma outra forma de engajar os pais e ao mesmo tempo “se vender” a eles, fidelizando-os ainda mais, é enviar fotos de todas as atividades diferenciadas que ocorrem na escola. A instituição realiza olimpíadas escolares? Dá-lhe foto. Vai ter uma palestra para os alunos? Foto! Vai ter um show de talentos estudantil? Foto, foto, foto!!! Ahhh… e vídeo também, é claro!

 

Além desses registros de atividades maiores promovidas pela escola, a instituição pode também enviar fotos e vídeos de situações menores, como um experimento da aula de química, apresentações de trabalhos da turma, maquetes construídas pelos alunos e qualquer aula diferenciada que ocorrer na escola.

 

Para que nada passe em branco, é interessante que todos os professores tenham acesso à agenda digital, para que eles possam realizar esses registros e fazer o envio. Se só os gestores tiverem esse acesso, provavelmente algumas atividades interessantes acabarão passando batidas. Então, fica a dica!

 

8. Dicas de livros por faixa etária

 

Outra ideia bem interessante para engajar os pais é enviar a eles dicas de livros para a faixa etária dos filhos deles. A instituição pode elaborar uma lista segmentada de obras para as faixas etárias correspondentes aos níveis de ensino que possui. Não é preciso enviar toda a lista aos pais de uma vez, dá para fazer isso aos poucos.

 

A escola pode definir uma periodicidade, como uma vez por semana, por exemplo. Aí é só mandar um recadinho pela agenda digital com o nome do livro, a foto da capa, um breve resumo e um link para a compra ou para o local no qual a obra está disponível em PDF.

 

Existem livros que estão liberados gratuitamente na internet, sabia? Neste artigo você encontra algumas bibliotecas online para buscá-los. Então dá para incluir nos envios o que estiver disponível sem custos e também livros que os responsáveis podem comprar online. Nesse caso, é bom colocar sempre o link da opção mais em conta. Os pais vão adorar essa iniciativa da escola!

 

9. Realização de reuniões virtuais

 

Se o negócio é engajar os pais, vamos pensar em facilidade, certo? Então me diga francamente, tem algo mais prático nesse mundo do que reuniões virtuaisA “função” para participar delas nem se compara à que é necessária para participar de reuniões presenciais, e isso não há como negar.

 

Só para fazermos um comparativo, as reuniões virtuais não necessitam de deslocamento, o que, por si só, já elimina o problema do trânsito, do tempo gasto com o deslocamento e da necessidade de encontrar um local para estacionar. Além disso, os responsáveis podem estar em qualquer lugar do globo terrestre e, ainda assim, comparecer às reuniões. Com isso, a chance de pais separados comparecerem é bem maior, você não acha?

 

Fazer esse tipo de reunião é muito simples. As mesmas salas virtuais utilizadas para o EaD durante a quarentena podem ser convertidas em salas de reunião. Então, a escola envia o convite para essa reunião pela agenda digital já com o link e com opções de horários para os pais realizarem o autoagendamento, confirma a participação na hora e ainda pode contar que a agenda se encarregue de enviar notificações automáticas aos participantes para que eles não esqueçam do compromisso. Para aumentar a facilidade, existe plataforma que possui tanto as salas virtuais quanto a agenda digital. Não é perfeito?

 

10. Realização de palestras online sobre educação

 

Se você quer mesmo, mesmo, engajar os pais, aqui vai uma dica das boas. Sabe o que falamos acima sobre as reuniões virtuais? Então… dá para ir bem além e usar as salas virtuais para promover palestras online com especialistas em diversos temas ligados à educação. E como o encontro é virtual, a escola pode convidar palestrantes de absolutamente qualquer lugar do mundo. Nos dias de hoje, as barreiras geográficas já eram, né?!

 

Os pais vão ficar muito “de cara” com a sua escola por fazer uma entrega de valor como essa, principalmente pelo fato de ser algo que não é obrigação da instituição, e sim um presente! Isso mostrará um diferencial da escola e deixará claro que ela não faz só o que já se espera dela, mas também vai além para entregar uma experiência WOW ao seu público. Olha, se faltava uma cereja no bolo para fidelizar os pais, é essa aqui!

 

Se for possível, crie um calendário de palestras assim. Dá para fazer uma por mês, por exemplo. Isso até cria uma expectativa, pois os responsáveis estarão sempre ansiosos por saber quais serão os palestrantes dos meses seguintes. E nem preciso dizer que as avaliações positivas na internet e todo o marketing boca a boca certamente serão positivamente impactados com atitudes como essa, né? Quando uma escola busca a excelência, os resultados vêm!

 

Como a ClipEscola pode ajudar

 

A ClipEscola tem todos os recursos que você precisa para colocar todas as dicas desta lista em prática! A nossa agenda digital é a mais completa que há no mercado. Por ela a sua escola consegue:

 

  • Enviar recados digitais; 
  • Enviar vídeos e outros arquivos sem consumo de memória; 
  • Enviar diário da criança e do bebê com os modelos prontos da nossa biblioteca de templates; 
  • Enviar notas diretamente ou por integração com o sistema de gestão;
  • Enviar a frequência escolar diretamente ou por integração com catracas e outros dispositivos de registro de entradas;
  • Enviar fotos com captura de imagens dentro da própria agenda;
  • Enviar convites para a participação em eventos com os templates personalizados da nossa biblioteca;
  • Confirmar a participação nos eventos em tempo real e enviar notificações automáticas aos pais para lembrá-los.

 

Além da agenda digital, a Clip também possui dentro da mesma plataforma a funcionalidade de salas de aula virtuais. Elas podem facilmente ser convertidas em salas de reuniões e salas de eventos virtuais. Então, 100% do que você viu neste artigo pode ser feito dentro da nossa plataforma! Solicite mais informações por aqui.

 

Leia mais
– Como a participação dos pais favorece o desempenho do aluno
– ClipEscola: descubra o que os pais dos alunos pensam da solução

 

Agora você já está com várias dicas para engajar os pais na vida escolar dos alunos. Então, bora colocar em prática? Conte com a gente para o que precisar!

 

CTA_Agenda Digital ClipEscola

AUTOR:

Graziela Balardim

A autora é Jornalista, pós-graduada em Produção Multimídia e atua na ClipEscola como Conteudista de Marketing Digital.