Skip to content
Transformação Digital para Escolas

COMPARTILHE

24 de junho - 2019

Os 4 estágios da transformação digital para escolas – em qual você está?

Tempo estimado de leitura: 5 minutos (842 palavras, 4890 caracteres)

Transformação digital para escolas é a segunda onda da revolução tecnológica que chega às instituições de ensino. A primeira trouxe um enorme avanço, substituindo a comunicação física pela eletrônica, melhorando processos e conferindo agilidade às interações entre pais e instituição. A segunda ultrapassa todos os limites conhecidos e alcança a escola como um todo, não apenas colocando a tecnologia nos processos, mas estruturando-os sobre ela. A evolução acontece por quatro estágios de maturidade, e hoje você vai conhecê-los e descobrir em qual deles está.

 

Estágio Papel (Básico)

 

Aqui estão as escolas que ainda trabalham com agenda física, comunicados, murais de recados e tecnologias não destinadas especificamente para a comunicação escolar, como WhatsApp, e-mail e telefone. Elas não foram atingidas pela primeira onda tecnológica, e ainda não experimentaram a agilidade e organização que a agenda digital proporciona.

 

Você se identificou com esse estágio? Tudo bem, não há motivo para pânico. Você pode dar o start na jornada de transformação digital da sua escola agora, e passar para o próximo nível. Quando conhecer as maravilhas que a tecnologia pode fazer pela sua instituição de ensino – tornando a comunicação mais ágil e organizada, aumentando o engajamento dos pais, melhorando a produtividade dos colaboradores e gerando economia com recursos físicos – você vai querer mais e mais, eu te garanto!

 

Estágio Mobile (Agenda Digital)

 

Nesse estágio estão as escolas que já colhem os frutos da primeira onda tecnológica que chegou à comunicação escolar. Elas migraram da agenda física para a digital e agora já não gastam tempo produtivo com conferência de recados aluno por aluno; não lidam com a desorganização e anarquia dos grupos de WhatsApp; não gastam com recursos físicos para a comunicação; e sabem sempre se os recados enviados aos pais realmente foram lidos por eles.

 

A sua instituições de ensino se encaixa aqui nesse estágio? Então ela já está pronta para o próximo passo, quando a agilidade e a eficiência obtidas pela equipe docente com a tecnologia se estenderão para a escola inteira, tornando-a um mecanismo integrado e uníssono.

 


Estágio 360°

 

É aqui que a coisa fica séria. Nesse estágio as informações dos fluxos de trabalhos de todos os ecossistemas da escola são convergidas em um mesmo lugar, permitindo que os dados da instituição inteira possam conversar entre si em uma integração total. Isso possibilita a criação de automações, que são usadas tanto para poupar tempo produtivo como com finalidades estratégicas, como campanhas de marketing, endomarketing e captação de alunos.

 

A comunicação é amplificada não somente para os lados (outros times), como também para cima (outros níveis hierárquicos). No estágio 360°, gestores de redes de escolas e franqueadores também entram no fluxo de comunicação, podendo comunicar-se com todas as unidades da rede ou da franquia e até individualmente com qualquer um dos usuários de unidades das quais ele é gestor.

 

É claro que depois que a sua escola vivenciar plenamente esse estágio, irá querer evoluir ainda mais, pois bons resultados viciam. E é aí que vocês chegarão no próximo nível, alcançando o estágio mais alto de maturidade digital.

 

Estágio Inteligência Artificial

 

Este é o ápice, o pico mais alto na escala da transformação digital para escolas. Gestores ousados e visionários conduzirão suas instituições de ensino até esse estágio. Aqui, conceitos como machine learning e data mining entram em cena, alavancando mais do que nunca os resultados de produtividade, economia e eficiência.

 

A partir deste momento, tarefas repetitivas de comunicação passam a ser realizadas por chatbots, liberando os colaboradores para atividades mais produtivas; o comportamento e as inclinações de pais, alunos e colaboradores são analisados por funcionalidade que mapeia o humor do público e identifica sinais de alerta; e planejamentos escolares passam a contar o mecanismo de análise preditiva, que antecipa cenários favoráveis e desfavoráveis com base em ocorrências similares no passado e no presente, permitindo mais assertividade nas ações.

 

Já imaginou quanto crescimento a sua escola terá quando chegar nesse estágio? Melhor começar a jornada de transformação digital o quanto antes né? Para dar o start, clique aqui.

 

Leia mais
– IA: a transcendência da comunicação escolar
– Como usar mapeamento de humor para medir a satisfação do seu público

 

Identificou o estágio de transformação digital para escolas em que você está? Então me conte aqui nos comentários, quero muito saber!

 

Programa de Transformação Digital M3I

 

AUTOR:

Graziela Balardim

A autora é Jornalista, pós-graduada em Produção Multimídia e atua na ClipEscola como Conteudista de Marketing Digital.